A força da Constelação Familiar no Judiciário

A constelação familiar é uma psicoterapia desenvolvida pelo terapeuta alemão Bert Hellinger após anos de pesquisas com famílias, em várias partes do mundo, em busca da solução para problemas e conflitos.

O método terapêutico procura identificar traumas familiares que levam à repetição de comportamentos destrutivos e aos conflitos familiares.

No Brasil, o método ficou conhecido no ano de 1999 e, posteriormente, em 2006, foi introduzido ao judiciário pelo juiz Samir Storch, na Bahia, que veio a instituir o conceito de Direito Sistêmico, que tem como base a constelação familiar.

Foi por meio de uma experiência pessoal com a prática da Constelação Familiar que o Juiz, à época advogado, viu a possibilidade da dinâmica contribuir para resolução de conflitos familiares na Justiça.

Há anos o judiciário acumula em prateleiras, agora virtuais, inúmeros processos. Segundo o Conselho Nacional de Justiça – CNJ, ao fim de 2017, o Judiciário acumulava 80 milhões de processos sem resolução.

É aí que entra o papel da Constelação Familiar, que hoje em dia já é amplamente utilizada pelos Tribunais do Brasil como uma nova alternativa de ferramenta para solucionar os conflitos familiares e sucessórios e finalizar processos demorados e conflituosos por meio de acordo.

Para Samir, o Direito Sistêmico vê as partes de um conflito como um todo, onde todas estão inseridas em um mesmo sistema e cada uma delas está vinculada ao outro.

Na Constelação as pessoas são convidadas a representar membros de uma situação conflituosa de uma outra pessoa e nessa dinâmica acabam expressando emoções do momento, que auxiliam a proporcionar a solução de conflitos em processos que tramitam na Justiça.

As pesquisas mostram que essa prática, não só apresenta resolução ao processo judicial, como também permanece gerando frutos nas relações interpessoais das pessoas envolvidas.

É importante mencionar que a legislação estabelece a conciliação como uma parte obrigatória do processo e estimula o uso de novas técnicas para que se alcancem acordos, antes mesmo do processo judicial.

🗣 Nosso bate papo hoje, às 19h, no perfil do @liniepandolfi no instagram é sobre esse tema e você não pode perder @lisianeamaro recebendo a convidada @lisisandrade, terapeuta sistêmica, para uma conversa sobre como a constelação familiar pode auxiliar o poder judiciário.

Tem alguma dúvida? Entre em contato conosco!

Your cart
    Checkout