Como verificar se o INSS tem registrado todos os períodos em que trabalhei/contribuí?

Você sabia que um dos principais motivos de alguns segurados terem seu pedido de aposentadoria negado é o fato do CNIS estar desatualizado?

CNIS é a sigla para Cadastro Nacional de Informações Sociais.

Por meio dele, é possível ter acesso a todos os dados do contribuinte, pois ele informa quais foram os valores das contribuições e quais os períodos em que o segurado contribuiu, bem como se esteve em algum momento recebendo auxílio por incapacidade temporária, por exemplo. O auxílio por incapacidade temporária é o nome atual para o antigo auxílio-doença e já falamos sobre ele AQUI.

Ocorre que muitas pessoas só descobrem a existência do CNIS no momento em que fazem o requerimento da sua aposentadoria ao INSS, mas é muito importante que todo o segurado faça a conferência dos dados que estão registrados no CNIS muito antes desse momento chegar para evitar atrasos e indeferimentos de pedidos.

Saber os períodos que estão efetivamente registrados no INSS é essencial para ver se está tudo correto com o valor das contribuições, bem como com o tempo de contribuição.

Anote essas dicas para ter um CNIS atualizado hoje mesmo:

1. Verificar se estão todos os vínculos de emprego com data de admissão e rescisão;

2. Levar ao conhecimento do INSS o êxito em processo trabalhista (Aumento da remuneração ou reconhecimento de vínculo) para que conste no CNIS;

3. Verificar se está registrado o período em que exerceu serviço militar;

4. Verificar se está registrado o período em que estudou em escola técnica e prestou trabalho na qualidade de aluno-aprendiz com retribuição em dinheiro

5. Verificar se há períodos em que exerceu atividade com exposição a agentes nocivos (condição insalubre, perigosa ou penosa) em data anterior a 13.11.19, pois nesse caso você pode solicitar a conversão desse período conforme já explicamos AQUI.

6. Verificar se há indicadores (extemporaneidade, contribuição inferior ao salário-mínimo, etc) em algum vínculo de trabalho, pois isso pode ensejar a necessidade de ajustar esse vínculo junto ao INSS

Para consultar o seu CNIS é fácil, veja só:

Entre no site do MEUINSS e, após fazer o seu login, clique em “Extrato de Contribuição – CNIS”, as contribuições estarão divididas por períodos.

Além disso, se você se preocupa com a sua futura aposentadoria, é muito interessante pensar em fazer hoje mesmo o seu Planejamento Previdenciário, que é o estudo da sua vida contributiva e a confecção de um manual com os caminhos possíveis até a pretendida aposentadoria.

Para isso, o advogado especialista vai precisar consultar o seu CNIS, porque por meio dele é que podemos revisitar o seu passado e fotografar o seu momento presente, para daí sim projetar os melhores caminhos para as possíveis aposentadorias.

Caso você tenha ficado com alguma dúvida, não deixe de nos escrever, AQUI.

Your cart
    Checkout