Como calcular o pagamento de comissões?

Você costuma analisar o seu contracheque para verificar se o pagamento está correto? Saiba que o cálculo de comissão sobre vendas é importante e você precisa estar atento, pois impacta diretamente o valor de outros direitos trabalhistas.

Você costuma analisar o seu contracheque para verificar se o pagamento está correto? Saiba que o cálculo de comissão sobre vendas é importante e você precisa estar atento, pois impacta diretamente o valor de outros direitos.  Uma prática muito comum entre empregadores da área comercial é o pagamento de comissões por venda. Se você é vendedor comissionado, importante que esteja atento ao cálculo da comissão sobre vendas para que você saiba quando um direito trabalhista foi violado.  Comissões no contracheque Regra número um: As comissões que você recebe devem constar, de forma expressa, em seu contracheque.  Embora alguns empregadores realizem o pagamento de comissões por fora, essa conduta é ilegal e o único prejudicado é você. Em nosso canal do YouTube, o advogado trabalhista, Letiares Pereira, explica que a sua remuneração é composta pelo salário e pelas comissões, gratificações e gorjetas que você recebe, e, por isso, deve estar no contracheque sob pena de prejuízos financeiros. Para assistir ao vídeo clique aqui.  Cada vez que o seu empregador realiza o pagamento de comissões por fora, o trabalhador deixa de receber maiores valores em razão de outros direitos como horas extras, 13º salário, recolhimentos de FGTS, entre outros. Confira, de forma detalhada, em “Pagamento de comissões por fora e os prejuízos ao trabalhador” os impactos nos valores de outros direitos que você recebe e como isso implica em significativo prejuízo financeiro a você. Se você não recebe as suas comissões no contracheque, consulte um de nossos advogados especialistas em Direito do Trabalho para análise do seu caso, aqui.  Calculo de comissão sobre vendas Quando a comissão é recebida sobre as vendas, você tem direito a recebê-la independente da inadimplência do comprador.  Esse é um ponto muito importante, pois, de forma alguma, o empregador pode descontar algum valor de você pelo inadimplemento da dívida do cliente.  O risco econômico sempre será do seu empregador, não podendo existir a possibilidade que você seja prejudicado pela inadimplência de um cliente após realizar um trabalho efetivo.  O que pode ocorrer é o empregador realizar o pagamento de comissões de forma proporcional quando a compra for realizada de forma parcelada, mas jamais deixar de realizar o pagamento, ok? Mas vamos ao cálculo de comissão sobre vendas na prática para que você saiba reivindicar os seus direitos.  O primeiro ponto que você precisa saber é qual o percentual que você deve receber por cada venda, essa previsão, que costuma ser fixa, está no seu contrato de trabalho, em acordo coletivo ou convenção coletiva. Vamos supor que você tenha vendido ao fim de um mês R$ 80.000,00 em produtos e que a sua comissão seja no percentual de 5% sobre o total de vendas: Calculo de comissão sobre vendas = Valor total de vendas x Comissão  Logo, a comissão sobre as vendas será de R$ 4.000,00 Esse valor deve constar no seu contracheque e ser considerado também no cálculo do seu 13º salário, FGTS, férias, aviso prévio, etc... Para entender o que é e como calcular horas extras clique aqui.  Por que consultar um advogado trabalhista? O advogado trabalhista é o profissional mais adequado para você procurar quando estiver com dúvidas ou estiver se sentindo lesado na relação com o seu empregador.  Diariamente o advogado especialista em Direito do Trabalho atua na defesa de casos idênticos ou muito semelhantes ao seu e vai poder analisar o seu caso com maior expertise que um advogado generalista.   É importante que você saiba que você pode buscar os seus direitos trabalhistas durante o contrato de trabalho ou em até 2 anos do fim do contrato.  Com a ajuda de um advogado você vai ter o suporte técnico para verificar todas as soluções para o seu caso. Nosso escritório é amplamente reconhecido pelos resultados positivos alcançados em demandas trabalhistas, graças à condução minuciosa da demanda do cliente, desde o seu primeiro atendimento até o fim do processo. Caso você queira conhecer outros direitos que também temos experiência consulte aqui (https://www.lp.com.br/direito-do-trabalho) ou caso queira agendar agora mesmo uma consulta com um dos nossos advogados especialistas na área de Direito Trabalhista e reaver os direitos trabalhistas que você possui em home office clique aqui (https://www.lp.com.br/consultar-advogado#consulta-advogado-trabalhista).

Se você é um vendedor comissionado, importante que esteja atento ao cálculo da comissão sobre vendas para que você saiba quando um direito trabalhista foi violado.

Comissões no contracheque

Regra número um: As comissões que você recebe devem constar, de forma expressa, em seu contracheque. 

Embora alguns empregadores realizem o pagamento de comissão por fora, essa conduta é ilegal e o único prejudicado é você.

Cada vez que o seu empregador realiza o pagamento de comissões por fora, o trabalhador deixa de receber maiores valores em razão de outros direitos como horas extras, 13º salário, recolhimentos de FGTS, entre outros.

Confira, de forma detalhada, em “Pagamento de comissões por fora e os prejuízos ao trabalhador” os impactos nos valores de outros direitos que você recebe e como isso implica em significativo prejuízo financeiro a você.

Outro ponto importante é estar atento ao pagamento de comissões como bônus, prêmio ou qualquer outra denominação, pois assim o valor não impactará nos demais direitos que referimos acima.

Se você não recebe as suas comissões no contracheque, consulte um de advogado especialista em Direito do Trabalho para análise do seu caso.

como-calcular-o-pagamento-de-comissoes-01

Calculo de comissão sobre vendas

Atenção! Você tem direito a receber pela comissão independente da inadimplência do comprador. 

Esse é um ponto muito importante, pois, de forma alguma, o empregador pode descontar algum valor de você pelo inadimplemento da dívida do cliente. 

O risco econômico sempre será do seu empregador, não podendo existir a possibilidade que você seja prejudicado pela inadimplência de um cliente após realizar um trabalho efetivo. 

O que pode ocorrer é o empregador realizar o pagamento de comissões de forma proporcional quando a compra for realizada de forma parcelada, mas jamais deixar de realizar o pagamento, ok?

Mas vamos ao cálculo de comissão sobre vendas na prática para que você saiba reivindicar os seus direitos trabalhistas

O primeiro ponto que você precisa saber é qual o percentual que você deve receber por cada venda, essa previsão, que costuma ser fixa, está no seu contrato de trabalho, em acordo coletivo ou convenção coletiva.

Vamos supor que você tenha vendido ao fim de um mês R$ 80.000,00 em produtos e que a sua comissão seja no percentual de 5% sobre o total de vendas:

Calculo de comissão sobre vendas = Valor total de vendas x Comissão 

Logo, a comissão sobre as vendas será de R$ 4.000,00

Esse valor deve constar no seu contracheque e ser considerado também na base de cálculo do seu 13º salário, FGTS, férias, aviso prévio, etc...

Para entender o que é e como calcular horas extras clique aqui, ou assista ao vídeo do nosso canal do YouTube em que a advogada trabalhista Mariana Lini explica tudo que você precisa saber:

Por que consultar um advogado trabalhista?

O advogado trabalhista é o profissional mais adequado para você procurar quando estiver com dúvidas ou estiver se sentindo lesado na relação com o seu empregador. 

Diariamente o advogado especialista em Direito do Trabalho atua na defesa de casos idênticos ou muito semelhantes ao seu e vai poder analisar o seu caso com maior expertise que um advogado generalista.  

É importante que você saiba que você pode buscar os seus direitos trabalhistas durante o contrato de trabalho ou em até 2 anos do fim do contrato. 

Com a ajuda de um advogado você vai ter o suporte técnico para verificar todas as soluções para o seu caso.

Nosso escritório é amplamente reconhecido pelos resultados positivos alcançados em demandas trabalhistas, graças à condução minuciosa da demanda do cliente, desde o seu primeiro atendimento até o fim do processo.

Em nosso canal do YouTube você também encontra as soluções para outras dúvidas que possam surgir na sua trajetória profissional, como:

Assista, comente e compartilhe com os seus amigos e nos ajude a transmitir conhecimento jurídico de qualidade para o maior número de brasileiros.

Your cart
    Checkout