Como ter a melhor aposentadoria?

Entenda como Planejamento Previdenciário é capaz de orientar você até a aposentadoria desejada.

como-ter-a-melhor-aposentadoria

Não é incomum segurados nos procurarem em busca da melhor aposentadoria. Porém, um ponto é muito importante: o que é a melhor aposentadoria para você?

Às vezes o que é melhor para uma pessoa, pode não ser, necessariamente, o melhor para a vida de outra pessoa, não é mesmo? É exatamente o mesmo que ocorre quando falamos em aposentadoria: não existe regra.

A melhor aposentadoria para você será aquela que compensar todo o investimento realizado ao longo dos anos de contribuições ao INSS.

Por isso, desde já, planejar como investir o seu dinheiro no INSS para ter o melhor retorno sobre esse investimento, é o melhor caminho para concessão da aposentadoria que você deseja.

Análise do seu CNIS 

Ainda que seja dever do INSS conceder a você a melhor aposentadoria, saiba que com frequência a autarquia não cumpre com essa obrigação. Essa é a razão, inclusive, pela qual muitos segurados precisam revisar o valor ou tipo de aposentadoria que recebem. 

Isso pode ocorrer por diversos motivos:

  • Ausência de documentos que comprovem que você tem algum direito específico
  • Ausência de vínculo de emprego no CNIS
  • Contribuições com valores incorretos no CNIS
  • Ausência de reconhecimento de tempo de contribuição como como menor aprendiz, tempo de serviço militar, período rural, entre outros...

Essa análise minuciosa sobre os seus dados é o primeiro passo para que você esteja mais perto da sua aposentadoria, uma vez que ausente qualquer documento ou por desatenção do INSS sobre um fato, você pode ter o pedido de aposentadoria negado, ou concedido a menor, e ter que esperar ainda mais tempo para usufruir da tão sonhada e merecida aposentadoria. 

Lembre-se, mesmo o INSS negando o seu requerimento administrativo, é possível, muitas vezes, rever essa decisão administrativa na Justiça com a ajuda de um advogado previdenciário.

Planejar a melhor aposentadoria

Após a análise de toda a sua vida contributiva, e do seu momento atual, é que será possível pensar em quais caminhos você tem para obter a aposentadoria que você deseja. 

Se para você a melhor aposentadoria significa se aposentar o quanto antes, independentemente do valor, o caminho será x. Por outro lado, se você não tem pressa para se aposentar, mas deseja obter uma aposentadoria que te forneça a melhor renda, o caminho será y.

Você pode estar se perguntando como pode existir mais de um caminho, e a resposta é simples: cada regra de aposentadoria exige requisitos específicos e possui uma forma de cálculo.

Assim, ao simular, por meio do planejamento previdenciário, é possível identificar quanto tempo você ainda precisa contribuir para atingir os requisitos e qual será o valor da sua aposentadoria realizando as contribuições da forma que você realiza hoje.

Ou seja, o planejamento previdenciário nada mais é do que simulações do seu futuro, com o diferencial de que você pode pensar de forma estratégica com qual valor e por quanto tempo contribuir para atingir a sua futura aposentadoria.

Quer entender como saber quanto tempo falta para você se aposentar? Clique aqui.

Como pensar estrategicamente a aposentadoria 

O advogado previdenciário, sem dúvidas, é o profissional mais qualificado para estar ao seu lado nesse momento e evitar que você, lá na frente, faça um pedido de aposentadoria e tenha esse pedido negado porque faltaram requisitos, por exemplo.

O planejamento, além de antecipar problemas que você teria na concessão do seu benefício, permite que se estude de que forma é melhor investir daqui para frente por meio de três ações:

  • Visitando o passado: Momento em que analisamos todo o histórico das contribuições que você fez e se há necessidade de fazer algum ajuste ou se há possibilidade de aumentarmos o seu tempo de contribuição.
  • Fotografando o presente: Após a análise do passado, parte-se ao momento presente. Qual a sua idade? Quanto tempo de contribuição você tem na data de hoje? Quanto tempo ainda falta para atingir o direito à aposentadoria? Qual a sua expectativa de vida? Qual a sua média contributiva atual?
  • Projetando o Futuro: Com a análise do seu passado e de acordo com o seu momento atual é que se pode projetar a sua renda futura, evitando contribuições em valor e por período desnecessários. Nessa fase se projeta um investimento e um retorno para este investimento, o que chamamos de ROI Previdenciário.

Em nosso canal do YouTube você encontra um vídeo explicando "o que é planejamento previdenciario?", confira:

ROI previdenciário

Com a análise do seu passado, e de acordo com o seu momento atual, é possível projetar uma renda futura, evitando contribuições em valor e por período desnecessários.

É por isso que no planejamento previdenciário falamos em ROI – retorno do investimento, porque é exatamente a isso que ele se propõe: traçar estratégias de investimento para projetar um retorno para este investimento. 

A partir da revisitação ao passado das suas contribuições (valor já investido) e da análise do seu momento presente (expectativa de vida, situação financeira, etc...) é que se pode pensar em qual é a melhor aposentadoria para você e isso pode significar uma economia para você que você nem imagina, conforme já exemplificamos em "quero me aposentar, e agora?".

Assim, será que vale a pena seguir contribuindo sobre um salário mínimo todos os meses se a sua renda hoje está sendo comprometida e se essas contribuições não impactarão no valor do seu futuro benefício? 

Será que não seria melhor contribuir para o INSS a cada 6 meses (se você for um segurado facultativo), com o intuito de manter a qualidade de segurado visando a aposentadoria, e utilizar o valor das demais contribuições para outro investimento mais rentável, ou, ainda, para complementar a renda familiar que hoje está comprometida?

Lembre-se, de nada adianta contribuir para o INSS com um valor que não refletirá no seu benefício. 

Quer entender de forma prática como o Planejamento Previdenciário pode fazer você economizar? Acesse "Exemplo prático de um Planejamento Previdenciário".

Entende como é importante planejar a sua aposentadoria para economizar dinheiro e tempo?

Como o advogado previdenciário vai ajudar?

O advogado, especialista na área previdenciária, vai poder, por meio do Planejamento Previdenciário:

  • analisar todas as contribuições realizadas até hoje e verificar se todos os vínculos de emprego e contribuições estão no CNIS;
  • verificar se em algum período você pode aumentar o seu tempo de contribuição por meio da averbação (termo utilizado quando levamos ao conhecimento do INSS um período de contribuição que não havia sido informado) de tempo especial, trabalho como menor aprendiz, trabalho rural, processo trabalhista, etc. (Entenda aqui como aumentar o seu tempo de contribuição)
  • verificar se realizar contribuições em atraso vai valer a pena para o seu caso específico;
  • verificar se vale a pena, para o seu caso específico, realizar as contribuições todos os meses, ou 
  • se vale a pena investir, tão somente, a cada 6 meses, por exemplo, para manutenção da condição de segurado do INSS.

Análise feita, ele te entrega um arquivo que funcionará como um manual para você nos próximos meses até a concessão da aposentadoria. 

É importante lembrar que caso ocorra alguma alteração na sua situação, como possibilidades de aumento de renda, desemprego, doenças que afastem você das suas atividades profissionais, você deve buscar novamente o seu advogado e informá-lo das alterações.

Contamos com uma equipe de advogados previdenciários em constante atualização e qualificação em todos os temas de Direito Previdenciário, com capacitação plena de analisar o seu caso e projetar para você a melhor aposentadoria.

Caso você queira uma análise completa, clique aqui e consulte agora mesmo com um de nossos advogados previdenciários e ele responderá a todas as suas perguntas.


Your cart
    Checkout