Saiba mais sobre como calcular salário pj

Você já deve ter se perguntado se trabalhar prestando serviços como PJ valeria mais a pena do que ser contratado pelo regime CLT, não é mesmo? Nós vamos te ajudar a calcular o seu salário PJ.

saiba-mais-sobre-como-calcular-salario-pj

Antes de falarmos sobre como calcular o seu salário PJ, vamos relembras as diferenças sobre esses dois tipos de contratação, PJ ou CLT?

Contratação PJ ou CLT?

Quando você é contratado pelo regime CLT você precisa ter a sua carteira de trabalho assinada, enquanto a contratação PJ ocorre por meio de um contrato de prestação de serviços. 

Na primeira modalidade você é um empregado da empresa sob as regras da CLT e na segunda um prestador de serviços, sob as regras definidas em contrato, em tese sem vínculo de emprego. 

Em tese porque infelizmente é comum encontrarmos contratações PJ com o intuito unicamente de mascarar uma contratação que deveria ser CLT e é aí que você precisa estar atento. 

Em “Contratação PJ: O que você precisa saber” você encontra todas as diferenças entre os dois regimes e como pode reconhecer o vínculo de emprego com a empresa caso seja contratado como PJ, mas esteja trabalhando com características CLT.

O ponto chave aqui é que como trabalhador PJ você possui liberdade para realizar a prestação de serviços da forma como você desejar, ou seja, o que importa é a entrega, não podendo a sua atividade ser fiscalizada por um gestor, você se auto gerencia.

Se você foi contratado como PJ mas atua com controle de horário, subordinação a um superior, busque auxílio de um advogado trabalhista e garanta os seus direitos. 

saiba-mais-sobre-como-calcular-salario-pj-01

O número de contratações PJ no Brasil aumentou significativamente nos últimos anos e muito se fala sobre a vantagem da remuneração do contrato como PJ, e é aí que entra a importância de entender como calcular o salário PJ para compreender as diferenças entre a remuneração PJ e CLT.

Entenda os impostos CLT e PJ

Engana-se quem pensa que obrigatoriamente a contratação PJ é mais atrativa que a CLT, quem afirma isso esquece que constituir uma pessoa jurídica para prestar serviços a outra implica na abertura de um CNPJ e no pagamento de diversos impostos. 

Quando você trabalha com carteira assinada você basicamente tem dois descontos obrigatórios no cálculo do salário:

  • INSS: que varia de 7,5% a 14% do salário, dependendo do valor da sua remuneração.
  • IRRF: O valor descontado dependerá da alíquota que você faz parte e o valor varia de 7,5% a 27,5% do seu salário.

Os demais descontos como vale alimentação, entre outros, não são obrigatórios e dependem do acordo existente na sua empresa. 

Agora, quando você abre uma empresa, seja MEI ou ME, você arca com os custos da abertura, bem como com os custos para a manutenção da sua contabilidade, que na maior parte das vezes exigirá que você contrate um contador para ajuda-lo a garantir a saúde financeira da empresa e emissão de notas fiscais.

Os impostos que você deverá arcar atuando com empresa vai depender do tipo de empresa que você abrir e isso dependerá do faturamento mensal que tiver. Atualmente, para abertura de uma MEI, que é a modalidade em que você pagará menos impostos, você deve ter um faturamento mensal de até R$ 6.750,00 por mês.

Para quem contrata é uma grande vantagem contratar um prestador de serviços, pois não terá que arcar com impostos, apenas com o pagamento do serviço em si, enquanto quando contrata um empregado CLT deve arcar com recolhimentos de FGTS, INSS e Imposto de Renda.

Lembre-se, o regime CLT, em que pese a incidência de impostos, garante a você inúmeros direitos trabalhistas como:

Como calcular salário PJ 

Se você estiver pensando em migrar da CLT para PJ é preciso ter em mente que a negociação sobre a sua remuneração muda. 

Para calcular o salário PJ considere no cálculo também o valor que você recebe hoje como empregado como o pagamento do terço constitucional de férias, o pagamento do 13º salário e o recolhimento de 8% do FGTS que a empresa realiza todo mês.

Como profissional PJ, você pode considerar que deve receber uma remuneração em média de 30% a 50% a mais do que receberia como CLT. Lembre do que falamos anteriormente, a empresa não tem custos com a contratação de um serviço, enquanto contratar um empregado implica em pagar praticamente o dobro por essa contratação.

Além disso, não esqueça, a vantagem na remuneração deve vir acompanhada de liberdade e autonomia para execução da prestação de serviços.

Se você for atuar como MEI precisa consultar se a sua atividade é permitida para esse tipo de empresa, é importante ter em mente que impedimento é para a atividade e não para o profissional, assim, se você for advogado, por exemplo, não pode abrir uma MEI para atuar na advocacia, mas pode abrir uma MEI para vender cursos, por exemplo.

Esse é o tipo de empresa que menos paga impostos, devendo emitir mensalmente o Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS), logo para calcular o salário PJ como MEI considere os seguintes custos:

  • Comércio ou indústria: R$ 61,60 (R$ 60,60 do INSS + R$ 1,00 do ICMS); 
  • Prestação de serviços: R$ 65,60 (R$ 60,60 do INSS + R$ 5,00 de ISS); 
  • Comércio e serviços: R$ 66,60 (R$ 60,60 do INSS + R$ 1,00 do ICMS + R$ 5,00 de ISS).

Agora, se você for atuar como PJ na modalidade ME (Microempresa) os custos aumentam e dependem da sua área de atuação, os principais são:

  • COFINS: Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social  

Você faz o cálculo sobre o faturamento da microempresa, varia de acordo com o regime de tributação, sendo variável para o Simples Nacional; 3% no Lucro Presumido e 7,6% no Lucro Real.

  • CSLL: Contribuição Social sobre Lucro Líquido 

A alíquota está entre 9% e 20% e vai depender de qual atividade é exercida na microempresa.

  • IRPJ: Imposto de Renda Pessoa Jurídica 

Depende do lucro apresentado nos últimos 12 meses, optantes pelo Simples Nacional pagam 15% mais 10% caso lucrem mais de R$20.000 por mês apurado. Para os optantes pelo Lucro Real e Lucro Presumido as declarações podem ser trimestrais e variam conforme as atividades.

  • PIS: Programa de integração Social 

A alíquota também depende do Regime Tributário, sendo variável para o Simples Nacional; 0.65% para o Lucro Presumido e 1,65% para o Lucro Real.

  • ISS: Imposto sobre Serviços

É o imposto municipal e depende da região, variando entre 2% e 5%.

Diversos os impostos para calcular o salário PJ, não é mesmo? Por isso, antes de aceitar um contrato como PJ é importante que você conheça os diferenciais desse tipo de contratação e saiba quais são os seus direitos. 

Lembre-se a contratação PJ sempre é vantajosa para quem contrata, devendo você usufruir da vantagem dessa modalidade, que é a possibilidade de uma rotina flexível, sem subordinação. Se você for contratado como PJ, mas na prática atuar igualmente como um trabalhador celetista, consulte um advogado trabalhista e busque o reconhecimento do vínculo de emprego

saiba-mais-sobre-como-calcular-salario-pj-02

Em nosso canal do YouTube você encontra também as soluções para as seguintes dúvidas:

Exerce as mesmas funções que o seu colega que ganha mais do que você? Conheça o seu direito à equiparação salarial:

Trabalhava em home office e não recebia pelas horas extras? Saiba mais!

Queremos que todos entendam de que forma podem garantir os seus direitos e, por essa razão, passamos a produzir conteúdo de fácil compreensão para que você e outros trabalhadores estejam sempre bem informados. 

saiba-mais-sobre-como-calcular-salario-pj-03
Your cart

We value your privacy

We use cookies to customize your browsing experience, serve personalized ads or content, and analyze traffic to our site.